Últimas Notícias

INTEGRAÇÃO

Integração entre PM e comunidade marca os 4 anos da BCS Camaçari
Os quatro anos da Base Comunitária de Segurança (BCS) de Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), foram comemorados nesta segunda-feira (17), na sede da unidade, com um evento de integração entre policiais militares e a comunidade do bairro PHOC II, onde fica localizada. Apresentação das ações promovidas pela BCS, capoeira, contação de histórias, visita da Biblioteca Móvel da Fundação Pedro Calmon (FPC) e demonstração da turma de pintura em tecido marcaram a programação. 

A partir da implantação da BCS, em 2014, o índice de violência caiu nos bairros PHOC II e III, Glebas C e E, modificando o perfil da região. “Juntamente com o policiamento, vieram os projetos. O ex-comandante [da base], capitão Albert, desenvolveu alguns projetos e eu tenho 1 ano e meio no comando, dando continuidade ao trabalho dele. Implantamos novos projetos, novas ações, temos a Campanha do Agasalho, o Concurso Garota BCS, que tira as meninas da invisibilidade. São ações para aproximar a comunidade e a PM”, declarou o comandante da BCS Camaçari, capitão Arivaldo Arcanjo.

Os bons resultados geraram propostas que devem se transformar em novas ações. “Nós temos muitas ideias e projetos que vamos tirar do papel. Hoje, por exemplo, temos a Fundação Pedro Calmon, que está trazendo um espaço de leitura. A gente pensa em desenvolver também oficinas de música e teatro”, acrescentou Arcanjo. Na ocasião, o comandante do Batalhão da PMBA em Camaçari, coronel Marcelo Grun, anunciou a construção de duas salas de aula e de uma nova quadra de esporte na área da BCS. 

Em 2017, a adolescente Samara Santana, 17 anos, além de participar das aulas de capoeira oferecidas pela base, foi eleita Garota BCS Camaçari. Depois disso, já venceu três concursos e se prepara para ir ao Mato Grosso, onde participará de mais um. “O Garota BCS foi uma experiência que eu vou levar para a vida toda. Quero continuar nesse rumo porque é uma coisa que não sai da minha cabeça. Espero chegar onde Deus permitir”, afirmou Samara.

Fotos: Mateus Pereira/GOVBA

Sem comentários