Últimas Notícias

COMUNIDADE ACADÊMICA GANHA OUVIDORIA



FASB lança Ouvidoria para estreitar a comunicação com a comunidade acadêmica

Representantes de turmas, diretores e professores participaram, nesta quinta-feira (23), do lançamento da Ouvidoria da Faculdade São Francisco de Barreiras (FASB), no auditório João Altivo Bergamo. A nova e estratégica ferramenta lançada pela faculdade, vai funcionar como centro de mediação de conflitos e de busca da eficiência ainda maior dos demais setores da instituição. A partir de agora, sugestões, críticas, denúncias, solicitações e reclamações podem, segundo o regulamento, ser registradas por qualquer membro da comunidade acadêmica, junto à Ouvidoria.

“Estamos abrindo mais um importante canal de comunicação, que estabelece um elo entre as várias vertentes da comunidade fasbiana. Nós estamos nos preparando desde março, participando de cursos e organizando o setor para funcionar. É, sem dúvidas, mais uma forma de garantir os direitos dos estudantes, dando a eles um feedback mais rápido e tentando solucionar as questões em demanda. Vale lembrar que a Ouvidoria tem independência e trata as questões com garantia do sigilo”, declarou Elizângela de Souza Silva, a primeira a ocupar função de ouvidora na instituição. 

A estudante Ana Paula Albernaz, do 8º semestre de Biomedicina, compreende a importância da instalação da Ouvidoria. “Com a Ouvidoria os alunos podem expressar suas dificuldades com os professores, com a própria instituição, ou outros problemas que não tenham sido resolvidos. Na maioria das vezes surgem insatisfações por falta de respostas, sejam negativas ou positivas. Nesse contexto, a Ouvidoria é um mecanismo muito importante para estabelecer essa melhoria na relação entre aluno e instituição. É muito bom saber que a faculdade está disposta a nos ouvir”, comentou.

Concebida para atender ao público interno, a Ouvidoria atende presencialmente na sede da FASB. “A ouvidoria não altera o funcionamento de nenhum dos outros departamentos da faculdade. Este novo setor foi criado para dar encaminhamento a demandas que não foram tratadas da maneira adequada ou não tiveram a celeridade necessária. Se o aluno tem queixa sobre avaliação com nota atribuída de forma errada, não vai diretamente à Ouvidoria fazer uma reclamação, deve antes procurar o professor, posteriormente a coordenação, se não houver uma solução, aí deve recorrer à instância superior”, explicou Tadeu Sérgio Bergamo, diretor-presidente do Instituto Avançado de Ensino Superior de Barreiras (Iaesb), mantenedor da FASB. 

Além da Ouvidoria, a FASB mantém outros canais de interação com estudantes, professores, funcionários e diretores: website, no endereço www.fasb.edu.br; Intranet, que engloba secretaria, setor financeiro, os portais dos professores e coordenadores; O Ambiente Virtual de Estudo Fasbiano (AVEF); painéis e murais; Jornal O Acadêmico; monitores digitais e sistema de protocolo.

Araticum Comunicação –

Sem comentários