Últimas Notícias

IBOPE: SEM LULA, QUEM VENCE É O DESCRÉDITO



A pesquisa do Ibope divulgada pelo G1 nesta quinta-feira, 28 de junho, mostra um cenário assustador para a eleição de outubro deste ano de 2018. Sem o ex-presidente Lula, quem cresce mesmo são os votos nulos ou brancos, a despeito dos demais candidatos.

Afere o Ibope, com Lula, o voto nulo ou branco ainda é assustador. Chega a casa dos 22%. Sem ele, salta para 33%. Os que não respondem à pegunta varia de 6% para 8%. Ou seja, 41% do eleitorado sequer aceita o debate sobre o país na hipótese do ex-presidente ser impedido de disputar o Palácio do Planalto.

No Tocantins, no segundo turno da eleição suplementar para o governo do Estado, realizada no último 24 de junho, o fenômeno aconteceu. 51,83% dos eleitores votaram branco, nulo ou não foram às urnas.

Mas, como apura-se somente os votos válidos, saiu vencedor Mauro Carlesse do PHS, com 75,14%. O segundo colocado, o senador Vicentinho Alves, do PR, obteve 22,2% no primeiro turno e quase nada acresceu no segundo.

Cenário sem Lula

Portanto, para a esquerda, e isso inclui o PT, somente resta uma saída: a defesa do direito de Lula ser candidato e a formação de uma Frente Ampla em torno do seu nome para combater o fascismo.

A maior ilusão do atual cenário é acreditar na possibilidade de herdar o espólio do ex-presidente Lula. Neste, caso, quem vence com folga é o descrédito, a desesperança e a apatia. Os ingredientes perfeitos para uma vitória da direita.

Fonte: Portal Valle/Direto da Aldeia

Sem comentários