Últimas Notícias

COREIA DO NORTE DESTRÓI CENTRO DE TESTES NUCLEARES

Fonte: Veja.com


A Coreia do Norte destruiu nesta quinta-feira (24) os túneis do seu centro de testes nucleares de Punggye-ri, segundo informaram agências de notícias internacionais, que enviaram repórteres para acompanhar a operação.

A Coreia do Norte anunciou que desmantelaria a unidade após a cúpula realizada no dia 27 de abril com a Coreia do Sul, na qual ambos os países se comprometeram a trabalhar pela “total desnuclearização” da região, com objetivo de viabilizar a reunião prevista para o dia 12 de junho entre Pyongyang e Washington.

Na terça-feira (22), cerca de 20 jornalistas de diferentes veículos convidados pela Coreia do Norte chegaram ao país para assistir ao desmantelamento. Associated Press, CNN, CBS, Russia Today e a mídia estatal chinesa estavam entre os convidados. Num primeiro momento, Kim Jong-un desconvidou repórteres da Coreia do Sul, no entanto, jornalistas da emissora sul-coreana MBS acompanharam o processo.

Segundo relataram os repórteres sul-coreanos, as detonações começaram às 11h (horário local, 23h de quarta-feira em Brasília) no chamado entrecruzamento Norte de galerias e continuaram por três horas depois nos circuitos Oeste e Sul (a rede Leste acredita-se que já ficou inutilizada após o primeiro teste nuclear norte-coreano de 2006). Mais tarde foi realizada a destruição também com explosões de barracos e outras instalações situadas em Punggye-ri.

De acordo com o repórter da CNN, Will Ripley, ao menos três túneis foram destruídos, dos quatro existentes. Segundo autoridades norte-coreanas, o quarto túnel já havia sido destruído.

Antes das explosões, os jornalistas foram convidados a ver os explosivos armados. Eles acompanharam as detonações em uma plataforma a 500 metros de distância e em seguida foram autorizados a analisar os danos. Porém, segundo Ripley, não havia especialistas internacionais entre eles que pudessem avaliar se as explosões foram fortes o suficiente para destruir os túneis.

Por causa da região remota na qual fica o complexo, os jornalistas disseram que só será possível transmitir imagens das operações de desmantelamento mais tarde. Do mesmo modo, também não puderam confirmar se o líder norte-coreano, Kim Jong-un, assistiu à destruição das galerias de Punggye-ri.

A Coreia do Norte realizou todos os seus seis testes nucleares na instalação de Punggye-ri, composta por túneis cavados debaixo do monte Mantap, no nordeste do país.

Imagens de satélites analisadas e divulgadas pelo site 38North no dia 15 de maio revelou que Pyongyang já havia começado o desmantelamento. Alguns dos trilhos e carros da mina utilizados para escavar os túneis do complexo já tinham começado a ser desmontados, assim como algumas pequenas construções secundárias. Apenas os túneis ainda estavam de pé, para serem destruídos publicamente esta semana.

Sem comentários