Últimas Notícias

AGENTES DE COMBATE A ENDEMIAS ESTÃO AVALIANDO ÍNDICE DE INFESTAÇÃO DO MOSQUITO AEDES AEGYPTI


A Prefeitura Municipal de Luís Eduardo Magalhães, por meio do Núcleo de Endemias da Secretaria de Saúde, está realizando o Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa) de fevereiro de 2018. Nesta primeira etapa, 115 agentes comunitários de saúde e de combate a endemias estão envolvidos na vistoria de 2.200 imóveis de Luís Eduardo Magalhães até a sexta-feira (23). As visitas acontecem no período das 07h30 às 13h30.

O LIRAa é uma metodologia de trabalho que ajuda a mapear os locais com altos índices de infestação do mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como a dengue, zika e chikungunya, e consequentemente, alerta sobre os possíveis focos favoráveis à reprodução. A Secretaria Municipal de Saúde realizará 4 levantamentos em 2018. Além de fevereiro, haverá avaliações nos meses de maio, agosto e outubro. De acordo com a Coordenadora do Núcleo de Endemias, a partir dos dados do LIRAa, é possível direcionar as ações de controle para as áreas mais críticas, como mutirões, vistorias mais detalhadas, entre outras medidas. "Os agentes estão passando essa semana nas casas e recolhendo amostras quando tiver, e é importante que os moradores auxiliem o nosso trabalho”, destacou Cristina Barreto.

Os locais avaliados com índices de infestação predial inferiores a 1%, não apresentam risco. Já, entre 1% e 3,9%, as áreas são consideradas zonas de alerta. Se o índice de infestação dos imóveis pesquisados for superior a 4%, há o risco de surto de dengue. Para o prefeito Oziel Oliveira, essa iniciativa aliada à conscientização dos munícipes é imprescindível para impedir a proliferação do mosquito. “Esse mapeamento é mais uma atividade que estamos realizando para evitar epidemias de dengue, mas é sempre bom lembrar que o apoio da comunidade é fundamental nessa luta”, frisou.

Medidas de combate

O Combate ao Aedes aegypti é uma responsabilidade dos órgãos públicos e de toda população. A água parada é o ambiente ideal para a reprodução do inseto, portanto, ações simples como virar garrafas com a boca para baixo, lavar a vasilha de água do animal de estimação regularmente, manter fechadas tampas de caixas d'água e cisternas, podem ajudar na redução do número de casos de doenças.

Sem comentários