Últimas Notícias

FARRA DO PONTO DEU B.O

FAKE NEWS: A tragicomédia da vida cotidiana 

Dirigentes do SINSERPLEM, Sindicato dos Servidores Municipais, registram Boletim de Ocorrência e iniciam Processo de Interpelação Judicial por Difamação, contra Blog local, devido matéria veiculada no dia 10/01/2018, onde Blog Notícias do Oeste incorre em difamação a servidores públicos.

Com o sugestionável título “A Farra do Ponto” o autor chega tipificar e “julgar” a suposta ação como crime de peculato, sem sequer se atentar a veracidade dos fatos.

O art. 168, do Regime Jurídico dos Servidores Públicos do Município de Luís Eduardo Magalhães, Lei 101/2002, assegura o direito a licença para exercício de mandato classista, sem prejuízo à remuneração, logo é indiscutível que os dirigentes sindicais possuem, portanto, direito à licença remunerada para o exercício do cargo junto ao Sindicato.

Através dos ofícios 11/2017, 25/2017, 82/2017, 130/2017, 154/2017 e 171/2017 protocolizados junto à Administração Pública Municipal, foi informado as eleições sindicais, buscando a manifestação dos gestores com relação à formalização da licença para exercer mandato classista, o que aguardamos até os dias atuais sem ter obtido resposta. 

Ressaltamos que nesse período o presidente sofreu inclusive retaliação indevida pelo Município, com os descontos dos dias durante manifestações frente ao SINSERPLEM. 

Assim, até que haja pronunciamento do Poder Judiciário, por meio do Mandado de Segurança (processo nº. 8003270-11.2017.8.05.0154) interposto pelo SINSERPLEM, buscamos conciliar o exercício do mandato para o qual fomos eleitos com as funções junto ao município. 

As tipificações criminais levianamente imputadas não procedem e desde já explicitamos que iniciamos os procedimentos judiciais cabíveis. 

Lamentavelmente, ao revés do que afirma o autor da matéria, em nenhum momento buscou comprovação documental, junto a entidade sindical, assim permitimo-nos conceituar a referida matéria como parcial, deturpadora dos fatos e absolutamente tendenciosa, levando-nos a crer que tenha até mesmo um cunho de atingir a imagem pessoal dos dirigentes sindicais, enquanto servidores e cidadãos, e da própria categoria funcional dos servidores públicos municipais.



SINSERPLEM
Sindicato dos Servidores Públicos Municipais

Sem comentários