Últimas Notícias

REDE DE FRIOS É INSTALADA EM LEM PARA EVITAR PERDA DE VACINAS

OZIEL GARANTE FUNCIONAMENTO DE FREEZERS COM CAPACIDADE DE 100 MIL DOSES DE VACINAS


Elizabete Moreira Alves coordenadora da Imunização do Município de LEM



Zelo com a coisa pública e combate aos desperdícios de doses de vacinas, essa é uma das metas traçadas pela Secretaria de saúde do município de Luís Eduardo que colocou em funcionamento está semana dois freezers e baterias que suportam  12 horas sem energia e com capacidade de comportar cerca de 100 mil doses, sem correr risco de perda de produtos.
Os equipamentos foram conseguidos com recursos do município e estavam armazenados em um almoxarifado da Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães, a cerca de três anos, conforme  técnicos do setor de imunização, são equipamentos caros e que não deveriam estar jogados.
“Hoje em dia, vacinamos não apenas crianças, mas adolescentes, mulheres grávidas, idosos, portadores de doenças crônicas, ou seja, é necessária sempre uma atenção redobrada com esses produtos para não haver prejuízos para o município e para população”, disse Ana Paula Santos, coordenadora da Vigilância Epidemiológica do Estado.
Além do abandono, a coordenadora de imunização do município de Luís Eduardo Magalhães ressalta que nessa região e em especial no período de chuva falta energia a todo instante o que aumentam os riscos de perda de doses de vacinas. “O prefeito Oziel determinou que este departamento tomasse todas as medidas e cuidados para instalação desses equipamentos, era uma luta antiga e que agora estamos mais tranquilos” disse Elizabete Moreira, Coordenadora de Imunização do Município.
Estudos apontam que as vacinas são, sem dúvida nenhuma, uma das intervenções em saúde pública de maior efetividade que demonstram um maior impacto na redução das mortes, das doenças e de tantas causas no Brasil e no mundo inteiro.
As vacinas, com a Vigilância, foram responsáveis pela eliminação de doenças como a varíola, pela interrupção da transmissão da poliomielite, do sarampo autóctone, ou seja, as vacinas são uma das intervenções mais efetivas de saúde pública, sem nenhuma dúvida. E isso é reconhecido pela população brasileira.
 Ana Paula, coordenadora da Vigilância Epidemiológica do Estado da Bahia acompanhou a instalação das geladeiras (freezers baterias) e disse que o município deu um salto na qualidade e cuidados para não perder mais o produto.  
A partir de agora, mesmo com a falta de energia nossos produtos terão a garantia de 12 horas com uma temperatura variando entre 2 e 8 graus, temperatura adequada para manutenção da eficácia das vacinas, disse a coordenadora de imunização do município.
O prefeito Oziel Oliveira disse a reportagem de O PORTAL VALLE, que ao tomar conhecimento do abandono desses equipamentos, fez questão de atualizar imediatamente a instalação dos mesmos. “Infelizmente ainda temos uma queda de energia constante em nossa cidade, e essas geladeiras e baterias irão atender a demanda da imunização” disse Oziel.
A minha sensação é de mais um dever cumprido, tem assim sido desde o primeiro dia de gestão, cuidar do que é da população, e esse garantia pode ter certeza que será continuada, completou Oziel.
A rede de frios do município de Luís Eduardo Magalhães funciona em uma sala anexa ao Hospital Maternidade Gileno e neste fim de ano em decorrência do recesso todas as doses mantidas nas Unidades Básicas de Saúde deverão ser armazenadas nas geladeiras para que não haja risco de perda, a informação é da coordenação de imunização do município.

Luís Eduardo Magalhães recebe doses de vacinas enviadas pelo Ministério da Saúde e do Estado através do NRS – Núcleo Regional de Saúde de Barreiras, e tem cumprido todas as metas de campanhas desenvolvidas pelo MS.  

Sem comentários