Últimas Notícias

ENEM 2017 TEM SEGURANÇA REDOBRADA



O Enem deste ano promete ser o mais reforçado da história do exame em questão de segurança. Serão utilizados detectores de metal em todos os locais de prova, além de detectores de pontos eletrônicos e de provas nominais.

Para a edição deste ano, haverá 67 mil detectores de metal, um para cada 100 participantes. Os candidatos serão vistoriados na entrada e na saída dos banheiros de todos os 13.632 locais de prova.

Outra novidade serão os detectores de ponto eletrônico, que são capazes de encontrar os aparelhos de transmissão por sinal de banda larga, radiofrequência, wi-fi e bluetooth. Segundo o ministro Educação, José Mendonça Filho, os equipamentos serão utilizados de forma experimental em alguns locais de prova, que não foram revelados previamente. “O importante é que os candidatos saibam que, se utilizarem o ponto eletrônico para fraudar a prova, serão pegos”, disse o ministro no início de outubro.

Pela primeira vez a prova será personalizada. Os cadernos de questões e as folha de resposta terão o nome e o número de inscrição do participante. A medida também visa coibir possíveis fraudes no exame.

O exame
Quase sete milhões de estudantes iniciam, neste domingo, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2017. Conforme o Ministério da Educação, 6.731.203 pessoas participarão da prova, número 22,2% inferior aos 8,647 milhões de inscritos em 2016 e o menor desde 2013. Os portões de acesso aos locais em que o Enem será aplicado foram abertos às 12h e fechados pontualmente às 13h (no horário de Brasília). Atrasos não são tolerados pela organização.

Neste ano, pela primeira vez, a avaliação será aplicada em dois domingos – hoje e no próximo dia 12 de novembro. Entre 2009, quando foi implantado o novo modelo do Enem, e 2016, o exame era aplicado em um mesmo final de semana, com provas no sábado e no domingo.  Outra novidade na edição de 2017 é a de que, por motivos de segurança, os cadernos (amarelo, azul, rosa ou branco) passarão a ser personalizados com nome do inscrito e o respectivo número de inscrição na capa.

Os participantes do Enem poderão acompanhar a correção extraoficial das provas no site de VEJA. Os gabaritos dos dois dias de avaliações serão atualizados com as alternativas, em tempo real, à medida em que as questões forem . Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), entidade do Ministério da Educação que organiza o Enem, o gabarito oficial será divulgado até o dia 15 de novembro.

Neste primeiro dia de prova, os estudantes terão 5 horas e 30 minutos para responder a 90 questões: 45 de Linguagens, Códigos e Suas Tecnologias (Língua Portuguesa, língua estrangeira e interpretação de textos) e 45 de Ciências Humanas e Suas Tecnologias (História, Geografia, Sociologia e Filosofia), além da redação, que exige um texto dissertativo sobre determinado tema.

No caso da redação, a ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), manteve, no sábado,  decisão judicial de segunda instância que proibiu o Inep de zerar a prova do candidato que desrespeitar os direitos humanos – a regra era adotada desde 2013, mas foi derrubada após ação movida pelo movimento Escola sem Partido.

No próximo dia 12, a prova terá outras 90 questões, divididas entre 45 de Ciências da Natureza e Suas Tecnologias (Física, Química e Biologia) e 45 de Matemática. A duração do segundo dia de avaliação será de 4 horas e 30 minutos.

Notas
Com as notas do Enem, os estudantes podem buscar, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), vagas em universidades públicas do país, além de algumas instituições de ensino superior estrangeiras. Atualmente, 27 faculdades de Portugal estão conveniadas ao Inep.

Os resultados também podem ser aproveitados para obtenção de bolsas de estudo do Programa Universidade para Todos (ProUni) e acesso ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Até o ano passado, os estudantes com mais de 18 anos poderiam usar o desempenho no Enem para receber o diploma do Ensino Médio. Em 2017, no entanto, a certificação será feita exclusivamente pelo Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja), cuja aplicação será no próximo dia 19 de novembro.

A publicação do resultado individual do Enem 2017 está prevista para 19 de janeiro.

(Com Estadão Conteúdo)

Nenhum comentário