Últimas Notícias

PF FAZ BUSCAS NO GABINETE DE IRMÃO DE GEDDEL NA CÂMARA


PF faz buscas no gabinete de irmão de Geddel na Câmara
Mateus Bonomi/Folhapress 
Policial vigia entrada em anexo na Câmara dos Deputados onde fica o gabinete de Lúcio Vieira Lima



FÁBIO FABRINI
CAMILA MATTOSO
TALITA FERNANDES
DE BRASÍLIA


A Polícia Federal realizou nesta segunda-feira (16) uma operação de busca no gabinete do deputado Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA), irmão do ex-ministro Geddel Vieira Lima.

O acesso ao 6º andar da Câmara dos Deputados, local onde fica o gabinete do parlamentar, esteve bloqueado pela Polícia Legislativa para que a PF cumprisse o mandado.

Depois de quase cinco horas de busca, a Polícia Federal deixou a Câmara poucos minutos antes das 11h. Agentes da PF estavam vestindo roupa preta, sem caracterização. O material apreendido –incluído em um malote– foi colocado em dois carros que estavam sem identificação.

A Folha apurou que a PF também realizou busca e apreensão na casa do parlamentar em Salvador (BA). O apartamento é vizinho ao do irmão Geddel, preso na Papuda (DF) desde setembro. Houve busca e apreensão também no apartamento funcional do deputado, em Brasília.

Outro alvo da operação foi Job Ribeiro Brandão, assessor de Lúcio e que também já trabalhou para Geddel. A suspeita da PF é de que ele atue como "laranja" do deputado federal. Em pesquisas realizadas nos últimos dias, a PF identificou fragmentos de digitais de Ribeiro no "bunker".

A operação foi a primeira deflagrada a pedido da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, e autorizada pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Ela tomou posse na PGR no dia 18 de setembro.

A ação está relacionada aos R$ 51 milhões encontrados pela polícia em um imóvel na capital baiana que seria utilizado como "bunker". O dinheiro foi atribuído a Geddel.

Sem comentários