Últimas Notícias

Santa Cruz massacra Caroço e carimba passaporte para próxima fase



Foi inesquecível, vibrante, e muito pegado,  assim foi o clássico entre Santa Cruz 6 x 0 Caroço, em jogo realizado pelas quartas de final do Campeonato Amador de Luís Eduardo Magalhães realizado  na noite desta sexta-feira, 25, no Estádio Coronel Aroldo com um bom público.
As duas equipes entraram em campo com propostas diferentes, o Caroço do técnico Josias Fred entrou nervoso e a todo instante parava as jogadas com faltas.
Jogando em velocidade com Allan, Léo, Gel e Emerson o Santinha surpreendeu logo no inicio do jogo, Matheus viu a passagem do artilheiro Gel e deu um passe açucarado, Gel passou por entre os zagueiros e fuzilou a meta do goleiro Eladio para fazer 1 x 0, Santa Cruz.
O Santa Cruz estava impossível, numa cobrança de escanteio pela direita, a bola veio no primeiro pau, o meia Léo fez o corta luz e Allan Soares se antecipou ao zagueiro Tacadinha acertando um belo chute para alegria da torcida cobra coral, Santa 2 x 0. 
Com o segundo gol, o Caroço ficou atordoado em campo, Zoim corria muito e sempre desarmava as jogadas no setor de meio campo com faltas violentas, uma delas recebeu cartão amarelo.
Antes de o árbitro Ronildo Santos apitar pela última vez no primeiro tempo, os jogadores do Caroço assistiram o atacante Léo fazer o terceiro gol do Santinha. Allan Soares bateu escanteio pela direita, Lucas afastou nos pés de Léo que chutou forte, era o terceiro gol do Santa Cruz.
Um dos mais revoltados em campo era o goleiro Eládio que criticou a postura da sua equipe que estava chegando atrasada nas jogadas e cometia faltas desnecessárias.
O meia Allan Soares foi que mais apanhou em campo, toda vez que tocava na bola sempre era acompanhado por dois ou três jogadores do Caroço.
Na etapa derradeira o técnico Josias fez algumas alterações promovendo a entrada de Fabricio; Alessandro e Raí, apesar de ter voltado melhor, não conseguiram barrar o ataque adversário.
O Caroço voltou mais ligado no jogo, marcava em cima e não dava espaço para os jogadores de criação do  Santa Cruz.
O jogo ficou mais emocionante quando o árbitro Ronildo expulsou o goleiro Roni, o atleta que estava retardando as jogadas foi acusado de ter pegado a bola fora da grande área, como já havia recebido amarelo pela mesma pratica, foi expulso.
Com isso o técnico Rosimar “Chefe”, foi obrigado a mandar pro gol o atacante Laercio, e com um homem a menos foi pressionado pelo Caroço, mas em noite iluminada, Laercio fez com as mãos o que não havia conseguido com os pés, fechou o gol e tranquilizou a equipe.
Depois do susto a equipe do Santa Cruz conseguiu se equilibrar novamente, em um contra ataque pela esquerda Allan foi barrado com falta, na cobrança, Léo que já havia marcado uma vez, colocou na gaveta do goleiro Eládio, que ainda tocou na bola, mas não teve jeito, já era goleada, Santa 4  x 0.
O zagueiro Lucas, um dos mais firmes em campo foi expulso pela falta cometida no meia atacante Allan, a partir desse momento o Caroço outra vez viu o sonho do bicampeonato ir por água a baixo.
Nesse momento do jogo o Santa Cruz era o dono absoluto do jogo, e para retificar a boa atuação, Maicon Tiozinho em jogada individual pela esquerda chutou cruzado, a zaga rebateu e Erivelton apareceu para marcar, Santa 5 x 0.
E nem deu tempo para respirar, novo contra ataque pela direita, Maicon Tiozinho bateu forte o goleiro afastou e Emerson não acertou um belo chute para fechar o placar e garantir a classificação para próximo fase, Santa Cruz 6 x 0 Caroço.
A rodada do Campeonato Municipal da Primeira Divisão começou na noite anterior com a vitoria do News Old Boys sobre Dínamo por 7 x 0.

Ficha técnica

Santa Cruz 6 x 0 Caroço
Estádio: Cel Aroldo
Público: 500 torcedores (Aproximadamente)

Santa Cruz: Roni; Maicon Tiozinho, Kuim, Maicon Bunina e Djair, Matheus; Allan Soares (Erivelton), Léo (Marconi) e Emerson, Gel e Laercio. Técnico Rosimar, o Chefe.

Caroço: Eládio; Felipe(Fabricio), Tacadinha (Alessandro), Lucas e Pingo, Pelé; (Raí), Zoim, Luciano Tocantins e Coringa, Adrianinho e Baianinho. Técnico: Josias Fred.

Gols: Gel, Allan (Léo 2), Erivelton e Emerson (Santa Cruz)

Arbitro: Ronildo Santos, Alessandro Santos e Romilson Alves.  Tainara Costa (arbitra reserva).


Nenhum comentário