Últimas Notícias

Pacientes do Hospital Regional de Peritoró apontam avanços na assistência em saúde da unidade


Fonte: SES
Texto: Flávia Batista
Fotos: Divulgação


O pernambucano Sérgio Machado Muniz, de 43 anos, vinha mais uma vez passar férias na cidade de Lima Campos, onde tem família, quando sofreu um acidente automobilístico. Há cinco dias internado no Hospital Regional de Peritoró, trata uma fratura no punho e conta como ficou satisfeito em ter recebido a assistência necessária na unidade.

“Sempre venho passar férias na região e fiquei feliz em saber que, quando precisei, tinha uma estrutura como essa para me acolher. O hospital está de parabéns, toda a equipe médica, de enfermagem e demais colaboradores da unidade são atenciosos e cuidadosos com os pacientes”, contou.

O hospital, vinculado à Secretaria de Estado da Saúde (SES), completa nesta semana 5 anos de funcionamento e vem oferecendo assistência em saúde de qualidade, focada na humanização.

Somente este ano, até o mês de junho, a unidade de saúde já contabilizou 35.012 atendimentos. Foram 11.127 atendimentos de urgência, 16.521 consultas ambulatoriais, 1.571 casos de internação, 1.332 cirurgias e 4.461 exames de ultrassonografia. Com a unidade, o poder público estadual oferece serviços especializados como cirurgias, exames e consultas ambulatoriais a 46 municípios da região.

Além de atender a população que reside nos municípios que compõem as regionais de Bacabal, Codó e Pedreiras, o Hospital também recebe a população que trafega pelas BRs que cortam o Piauí, o Pará e o Tocantins, se constituindo em elo importante para a região. “O HGP é um hospital porta aberta, onde conseguimos atender a maior demanda da região que são os casos de traumas automobilísticos ou causados por violência urbana, como ferimentos por armas brancas ou arma de fogo”, explicou a diretora-geral da unidade, Alayna de Araújo.

A unidade de saúde oferece para a população uma estrutura com 51 leitos de internação, sendo 6 de UCI, 4 de pediatria e 16 de ortopedia e traumatologia, 16 de clínica médica, 12 de cirurgia geral, além de 2 unidades de isolamento . Os pacientes contam, ainda, com atendimento médico-hospitalar em cirurgia geral, clínica médica, ortopedia, obstetrícia, pediatria, exames de raios-X, ultrassonografia, eletrocardiograma e exames laboratoriais.

“Nós contamos com uma equipe médica composta por dois cirurgiões geral, dois ortopedistas, um anestesista, um pediatra e um clínico geral que atendem a demanda diária do hospital além dos demais profissionais que compõem nossa equipe com o intuito de oferecer o melhor serviço à população, como farmacêuticos, bioquímicos, assistentes sociais, nutricionistas, entre outros”, disse a diretora.

Assistência à região central

De Alto Alegre do Maranhão, Francimauro Teixeira da Silva conta que o acesso à saúde para a população da região central do Maranhão está melhor. Pai do pequeno Francinaldo da Costa Texeira, de 9 meses, que encontra-se internado no hospital com enteroinfecção, ele afirma que agora a população é atendida com atenção e qualidade. “Eu e toda a minha família, quando precisamos, somos atendidos e bem recebidos no hospital. Já precisamos de serviços em diversas áreas e todas essas vezes a equipe sempre deu atenção e atendeu com qualidade”, comentou.

Sem comentários