Últimas Notícias

Suspeito diz que jornalista morreu após passar mal em porta-malas


Oito pessoas foram detidas pela Polícia Civil; homem confessou crime.
Corpo não tinha marcas de violência, mas estava com membros amarrados.


Um dos suspeitos de ter matado o jornalista Mateus Júnior, de 47 anos, disse à polícia que a vítima morreu após passar mal porque tinha um problema respiratório. O corpo foi encontrado na noite desta quarta-feira (7) com as mãos e pés amarrados, mas não apresentava marcas de tiros ou facadas e as causas da morte ainda estão sendo apuradas. A Polícia Civil investiga o crime como um latrocínio, roubo seguido de morte. http://g1.globo.com/to/tocantins/noticia/2016/09/suspeito-diz-que-jornalista-morreu-apos-passar-mal-em-porta-malas.html

Sem comentários