Flickr

Projeto de reciclagem tem contribuído para a difusão da coleta seletiva em Imperatriz



“Mais de duas mil pessoas estão cadastradas no projeto em apenas três anos de funcionamento”

A embalagem da pizza, a latinha de refrigerante ou o papel tirado da folha de caderno são, muitas vezes, jogados ao lixo de qualquer maneira. Mas, ao longo dos anos, a cidade de Imperatriz tem recebido projetos e ações que estimulam esta mudança de um hábito ainda tão comum. O projeto Ecocemar é mais uma das possiblidades de conseguir um destino correto aos materiais recicláveis, e tem ajudado a diminuir os impactos ambientais.

Na Região Tocantina, o Ecocemar já existe há três anos e faz parte do programa de Eficiência Energética da Cemar. Além do viés ambiental, o projeto também conta com o lado econômico, onde cada doador tem a possibilidade de receber desconto na fatura de energia, de acordo com as doações feitas ao projeto.

É assim que a doadora há quase um ano, Jarlene Reis, moradora do município de João Lisboa, percebeu que poderia ajudar a sociedade com uma atitude diferenciada. Separar o lixo, pegar o que é reciclável e procurar um destino correto aos resíduos agora virou rotina.

“De 15 em 15 dias costumo fazer minhas doações. É uma atitude essencial ao meio ambiente. Pegar esses resíduos que podem levar anos para se decompor, é uma forma de contribuir com um lugar mais limpo e saudável”, comenta a doadora.

Com pouco mais de três anos de funcionamento no município, o Ecocemar já conseguiu mais de dois mil clientes fossem cadastrados. A operadora de meio ambiente do projeto, Luana Santos, relata que as pessoas procuram fazer suas doações, primeiramente, com o objetivo ecológico. “O interesse pelo desconto na fatura de energia fica em segundo plano”, afirma Luana.


Ecocemar nos bairros: Os representantes do projeto também desenvolvem vários tipos de parceiras. Wesley Aristarco, do suporte operacional do Ecocemar em Imperatriz, acrescenta que o calendário de ações é construído de acordo com as solicitações de escolas, associações de moradores e igrejas, por exemplo.

Os resultados logo aparecem, pois segundo Luana, a procura dos doadores, muitas vezes, tem sido consequência de um trabalho mais próximo com a população. “As pessoas falam umas para as outras sobre o Ecocemar e do desconto que podem receber. E daí elas se interessam e mobilizam os outros para trazerem os materiais para a reciclagem”, finaliza.

No Maranhão, o Ecocemar passou a operar desde 2011 e em 2013 iniciou as atividades em Imperatriz. Neste período de três anos, no município, o projeto já gerou mais de 40 mil reais em bônus para clientes residenciais e instituições filantrópicas.

Para quem tem interesse em participar do projeto, ajudar ao meio ambiente e ainda ganhar um desconto na conta de energia, basta seguir as instruções abaixo:

·                    Ir a um dos postos de coleta do Ecocemar com a conta de energia;
·                    Solicitar o cartão Ecocemargratuitamente e apresentá-lo todas as vezes em que for realizar a troca de resíduos;
·                    Levar os resíduos limpos e secos, separados por tipo.

Postos de coletas:

Cemar Sede Imperatriz (Posto fixo)
Endereço: BR 010, KM 010, S/N – Entrocamento
Dias de coleta: Segunda a sexta, das 8h às 12h e das 13h às 17h.
Bacuri (Posto Fixo)

Local: 3º Batalhão da Polícia Militar
Endereço: Rua Leôncio Pires Dourado nº 173
Dias de coleta: Segunda a sexta, das 8h às 12h e das 13h às 17h.

Nova Imperatriz (Posto Fixo)
Local: Igreja Batista Mangueira
Endereço: Rua Pernambuco nº 870
Dias de coleta: Segunda a sexta, das 8h às 12h e das 13h às 17h.


Assessoria de Imprensa da Cemar


Projeto de reciclagem tem contribuído para a difusão da coleta seletiva em Imperatriz Projeto de reciclagem tem contribuído para a difusão da coleta seletiva em Imperatriz Reviewed by CHICO DUVALLE on julho 21, 2016 Rating: 5

Nenhum comentário

Facebook

Related Posts No. (ex: 9)