Últimas Notícias

Educação: Bairro Santa Rita recebe prédio da Escola Mariana Luz totalmente reformado e ampliado


560 alunos das modalidades EJA e regular serão beneficiados

Os alunos da Escola Mariana Luz localizada no Bairro Santa Rita, passam a viver um novo momento no processo de ensino.  A Prefeitura de Imperatriz por intermédio da Secretaria Municipal de Educação (SEMED) realizou ampliação e reforma no prédio da escola. A inauguração será hoje, quarta-feira (09). 
Atualmente a escola possui turmas de Ensino Fundamental e Educação de Jovens e Adultos (EJA), a escola oferece educação de qualidade comprometida com o desenvolvimento humano e cognitivo de 560 alunos.
Mariana Luz foi fundada em 1985.  É uma das instituições de ensino mais antiga de Imperatriz. De modo que a atual gestão além de reforma ampliou a escola para assim propiciar mais atendimento à população da localidade. Segundo Maria Vilma Rocha Silva, gestora da Escola, a população que antes reclamava, agora comemora. "Os pais dos alunos viviam aqui reclamando. Agora ouço deles: valeu à pena esperar"
A gestora conta que há seis anos está na gestão da escola, e que durante o tempo da reforma os alunos não foram prejudicados. Durante o período de elaboração do projeto de reforma e ampliação e o período de licitação, a Prefeitura de Imperatriz alugou o prédio da Escolinha Mickey, local onde todas as nossas turmas funcionavam normalmente. Em relação à nova estrutura ela ressalta: “o prédio da nossa escola agora conta com seis salas de aula, secretaria e diretoria, sala de informática, sala de recursos, biblioteca, banheiros com acessibilidade e refeitório. Uma estrutura extremamente relevante para o ensino”.  E acrescenta “encontramos a Escola Municipal Mariana Luz com diversos problemas estruturais. Hoje entregamos uma nova escola, seguindo todos os padrões do Ministério da Educação (MEC)”; explicou Zesiel Ribeiro, secretário municipal de educação de Imperatriz.
História - A Escola Municipal Mariana Luz foi fundada 12/04/1985 pelo prefeito Dr. José de Ribamar Fiquene, recebeu este nome em homenagem à primeira professora do então prefeito, que hoje é homenageado dando nome à Biblioteca da escola.
Luana Barros [ASCOM]

Sem comentários