Últimas Notícias

Imperatriz em festa: Rui Barbosa é campeã do vôlei masculino nos JEMs 2015


Com alegria e animação transbordando da arquibancada, o Ginásio de Esportes Professor Raimundo Soares Figueiredo, do Colégio Batista Daniel de La Touche, foi palco de mais uma final do vôlei masculino da 43ª edição dos Jogos Escolares Maranhenses 2015 (JEMs), promovido pelo Governo do Maranhão. Desta vez, pela categoria infanto (15 a 17 anos), o confronto foi entre o Rui Barbosa, do município de Imperatriz, e o Colégio Batista, de São Luís, favoritos entre as equipes dessa modalidade.
 No primeiro set, as duas equipes começaram equilibradas. O Batista, campeão das edições anteriores, iniciou abrindo o placar com ótimos lances em quadra, enquanto o Rui Barbosa errava nos lances e na defesa. Ao longo do set, a escola de imperatriz foi, aos poucos, obtendo a harmonia entre os seus atletas.
 No jogo que envolveu emoção e suspense a cada minuto, o Batista se desiquilibrou e acabou perdendo o rendimento dos minutos iniciais, deixando espaço para a excelente atuação do Rui Barbosa, que pontuou bem e terminou o set em 25 a 18.
 Durante o segundo set, o Batista volta a recuperar os bons lances e abriu o placar da partida. O Rui Barbosa conseguiu focar melhor no jogo, investiu no ataque e dominou o espaço dos ludovicenses com um desempenho jamais visto na história dos Jogos Escolares. O segundo set terminou em 25 a 09 pontos para os imperatrizenses.
 Com uma grande torcida, o Batista foi motivado a fazer pontuar melhor no terceiro set, porém não superou seus adversários em quadra. Final do set: 25 a 18, com vitória do Rui Barbosa. Somados os pontos, o resultado final do jogo foi de 3 sets a 0, com vitória da Escola Rui Barbosa, que garantiu a medalha de ouro no vôlei masculino nos JEMs 2015.
 De acordo com o oposto da equipe do Rui Barbosa, Kelven Nogueira, a disputa parecia difícil, mas a aprendizagem dos treinos e a força de vontade de vencer foram suficientes para levar a escola ao pódio. “Aqui o trabalho em equipe é forte. Nós treinamos muito para chegar até aqui. Trouxemos para o jogo tudo que aprendemos em Imperatriz e percebemos que só isso era necessário para ganhar o ouro. Não perdemos o foco”, disse o atleta contente com a conquista.
 “Nossa vitória faz parte de toda uma aprendizagem. Esses garotos advém de competições da categoria infantil, já foram vice-campeões brasileiros em 2013 e em 2014. Em três anos de muito treinamento aqui estamos novamente com o tão sonhado ouro. Agradecemos o apoio que recebemos da Federação Maranhense de Voleibol. Aos nossos atletas eu digo sempre: ‘é preciso foco para vencer’ e assim nos colocamos entre as melhores equipes de vôlei do Maranhão”, contou Getúlio Melo Júnior, técnico da escola campeã.

Medalha de Bronze
 A disputa pelo terceiro lugar do vôlei masculino, a Escola Ágape que sobressaiu nos ataques e levou a melhor na segunda-feira (28). Os meninos do Padre Delfino, do município de Timon, tiveram grande desiquilíbrio em quadra e cometeram erros ao longo dos dois sets. Os atletas do Ágape, no entanto, aproveitaram para abrir uma boa vantagem no placar. Com calma e determinação, a juventude representante da escola garantiu com garra a medalha de bronze: 25 a 17 no primeiro set e 25 a 22 pontos no segundo. Mais imagens: 





Sem comentários